Barcos rabelos, Douro e vinhas

O barco rabelo simboliza a força e o sacrifício dos homens do Douro, numa época em que a navegação pela barra do Douro era uma verdadeira odisseia. É o símbolo heráldico da região duriense.

Este é um barco de rio de montanha, com fundo chato, tendo como leme uma peça comprida e grossa em forma de pá ou remo, quase do seu tamanho, a que se dá o nome de espadela. É o tipo de barco apropriado para navegar em águas pouco profundas, sendo de salientar o seu comportamento nas zonas de fortes rápidos. O nome rabelo deriva da configuração do barco, com a sua imensa espadela, em forma de rabo.

É impossível separar, historicamente, a navegação do Douro do comércio a que os ingleses chamariam Port Wine e do seu primeiro meio de transporte, o barco rabelo.

Ao descer o rio, os rabelos traziam o vinho do Douro. Constituíam, no passado, senão o único meio de transporte entre o Porto e as terras de riba-Douro, pelo menos o mais acessível.
Actualmente, com uma actividade diferente, os rabelos são utilizados em regatas, passeios no rio Douro (alguns organizados pela empresa turística Douro Azul) e outras iniciativas para recordar os seus tempos de glória.

Temos assim a oportunidade de percorrer a Região Demarcada do Douro e conhecer as chamadas Rotas do Vinho, que fazem desta região de Portugal um dos pontos mais atractivos para o turismo, podendo assim misturar o Turismo Vitivinicola com o Turismo Rural. Ao longo do percurso poderemos visitar diferentes localidades como Moimenta da Beira e disfrutar da Rota das Vinhas de Cister, Peso da Régua, etc…

Venha conhecer a Região do Douro!

Mais informação:

Douro Turismo

Os barcos rabelos

Itziar Fernández

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *