Doces Regionais: Um roteiro para os mais gulosos

Há gulosos por aí? 😉 Ainda faltam alguns meses para o verão, por isso, antes de começar a pensar na dieta, deixe-se levar pela tentação e parta à descoberta dos nossos doces típicos! A doçaria tradicional tem verdadeiros tesouros para descobrir de Norte a Sul do país e é só mais uma desculpa para um fim-de-semana diferente. Já está com água na boca?

A sul, a amêndoa é rainha

A influência árabe está bem visível por toda a região do Algarve, nos topónimos, na arquitectura e, claro, a doçaria não é exceção! A sul, a amêndoa é rainha e é por esse sabor inconfundível que os doces algarvios se distinguem.

Para os gulosos que visitam terras algarvias, os Dom Rodrigos e os bolinhos de doce fino, ou morgadinhos, são obrigatórios. Embrulhados em papéis coloridos e brilhantes, os Dom Rodrigos são uma surpresa para o palato: uma deliciosa combinação de fios de ovos, amêndoa e canela que poderá encontrar durante todo o ano em qualquer pastelaria.

Já os conhecidos bolinhos de massapão em forma de frutas ou animais acompanham bem um café a qualquer hora do dia! Tão bonitos como deliciosos, são cuidadosamente pintados pelas mãos sábias dos doceiros locais. Durante a sua estadia no Algarve, vale a pena perguntar nas redondezas pelo melhor doce fino e encomendar uma caixinha. Junte então a família na sala de estar de uma típica casa algarvia e desfrutem dos sabores tão característicos da região.

A Casa Belaventura, em Boliqueime, soube combinar a típica traça algarvia com todo o conforto moderno. Com amplos espaços interiores e exteriores, é uma boa opção para uns dias de descanso em família.

algarve

Os Dom Rodrigos, o doce fino e os queijinhos de figo são os mais conhecidos doces algarvios

Do convento para a sua mesa

Leve e de textura fofa, a Sericaia é uma das imagens de marca do Alentejo e é também a melhor forma de terminar em grande uma refeição tipicamente alentejana!

De origem algo duvidosa – ninguém sabe ao certo se terá influências do Brasil ou da Índia -, a receita original é reclamada por dois conventos alentejanos: o Convento das Chagas de Vila Viçosa e o Convento das Clarissas de Elvas. Seja como for, de uma coisa ninguém tem dúvidas: a sericaia é deliciosa! Servida em taça de barro e acompanhada pelas famosas ameixas de Elvas, é de comer e chorar por mais!

alentejo_galeria

Se está a planear uma escapadinha ao Alentejo, não deixe de provar a deliciosa Sericaia

Se já está com água na boca, não há tempo a perder! Rume ao Alentejo e instale-se numa herdade típica, com mais de 100 anos de história. O Monte do Ramalho, em Portalegre, fica em plena Rota dos Vinhos e tem tudo o que precisa para uns dias de descanso num ambiente acolhedor. E o melhor de tudo é que aqui se servem almoços e jantares, uma excelente oportunidade para conhecer o melhor da gastronomia alentejana. Quando fizer o seu pedido, não se esqueça: a Sericaia é a sobremesa obrigatória!

Delícias a bordo de um moliceiro

Com o seu cremoso recheio de doce de ovos, são um verdadeiro manjar para os mais gulosos. Falamos, claro, dos tão aclamados ovos-moles de Aveiro!

Este doce costuma apresentar-se envolvido numa hóstia de farinha de trigo e nasceu do engenho e criatividade das freiras de Aveiro: depois de engomarem os seus hábitos com as claras dos ovos, as religiosas aproveitavam as gemas para fazer os deliciosos ovos-moles. Uma grande ideia que acabou por se tornar um emblema da cidade de Aveiro.

Não conseguimos pensar em melhor forma de conhecer a cidade do que num passeio a bordo de um barco moliceiro, enquanto se delicia com estes doces! Simples e tão saborosos, não vai conseguir comer apenas um!

aveiro

Conheça a cidade de Aveiro a bordo de um moliceiro, enquanto se delicia com os tradicionais ovos-moles

De barriga cheia? Se já está a deitar contas às calorias ingeridas, não se preocupe: a menos de 40 quilómetros de Aveiro, em Sever do Vouga, encontra a Quinta Da Costeiraum lugar maravilhoso onde não faltam atividades para pôr o corpo a mexer: longas caminhadas, refrescar-se na cascata da Cabreia, visitar as ruínas das minas do Braçal, andar de bicicleta ou praticar caiaque no rio Vouga.

Já escolheu o seu doce favorito? Então está na altura de se fazer ao caminho e desfrutar dos sabores nacionais!

Quando viaja, gosta de provar a gastronomia local? Descubra as casas Toprural que servem almoços e jantares!

almoços

One thought on “Doces Regionais: Um roteiro para os mais gulosos

  1. Alugarcarrosbaratos

    Ora aqui está um post doce. Agora que o running está na moda já nos podemos aventurar mais nos doces pois depois damos umas corridas e pronto, fica resolvido.

    Mas isto não pode ser tudo de uma vez, há que ir provando de semana a semana para uma melhor degustação e apreciar a boa doçura que há em Portugal

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *