Saia de casa e aventure-se: orientação e sobrevivência em Portugal!

Esta semana o artigo é dedicado às actividades outdoor (isto é, ao “ar livre”), nomeadamente as que testam a nossa capacidade de adaptação e improviso face ao meio natural envolvente, e assim nos põem à prova.

Comecemos pelo “bushcraft“. Traduzido, o termo pode ter como equivalente a expressão “artes do mato”. No fundo, é o que representa esta prática que tem um simples objectivo: ensinar e promover métodos de sobrevivência e adaptação à envolvente natural através do pouco que se tem ao dispor nesse cenário. É mais do que tirar fotografias ou observar a fauna/flora de um determinado lugar: é conviver com esse meio e saber utilizar os seus recursos (de forma responsável, claro).

Outra prática relacionada com este tipo de actividades ao ar livre é a orientação. Conta já com um século de existência e continua a atrair adeptos em todo o mundo, uma vez que está directamente ligada ao lazer. A sua proximidade com a natureza permite que os praticantes passem por zonas menos habitadas (aldeias, serras, montanhas, por exemplo). A orientação pode ser praticada a pé ou em BTT, é para todas as idades e também, claro, uma excelente oportunidade para fazer turismo rural!

Como funciona? O praticante recebe um mapa assinalado com vários pontos de controlo (e que no terreno aparecem como balizas, prismas laranjas e brancos) acompanhados por um pequeno dispositivo electrónico, e/ou de um pequeno picotador. Cada indivíduo possui um identificador (ou um cartão de controlo, que tem de picotar) que utiliza de forma a marcar a sua passagem por cada ponto. No entanto, não há um percurso: cabe a cada participante escolher o melhor caminho para o próximo ponto de controlo!

Onde obter mais informação: Associação Portuguesa de Buschcraft e Escola do Mato, por exemplo. Para saber mais sobre orientação, recomendamos a página da Federação Portuguesa de Orientação.

Aventure-se: na Toprural pode pesquisar alojamentos em zonas onde se pratique orientação/sobrevivência.

0 thoughts on “Saia de casa e aventure-se: orientação e sobrevivência em Portugal!

  1. ana mauricio

    ola, mt B dia, sou(ex) profª d ed.fisica e tb fui escuteira, c7o tal acttividades ao ar livre são p mim a chave d meu B estar e equilibrio emocional e psiquico, c/o sou 1 ds 70 000 e tal profs n desemprego e c/o gosto e ja pratiquei mtas actividades ao ar livre gostaria d ter + informações sobre os vossos preços e condições p em x d estar agarrada ao pc á procura d trab constantemt, poder d x enqd fazer o k gosto e c/o m sinto B! Agradecia entao k m enviassem informaçoes p poder entrar em contacto cvc , pq ñ tenho paciencia,nem vocação p”depressões”, tenho d continuar activa. Desde ja os meus agradecimentos e os parabens por akilo k fazem! S/ outro assunto ficarei a aguardar a v/a resposta. Os meus sinceros cumprimentos (Ana Mauricio)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *