Tag Archives: Aveiro

Reserva Natural das Dunas de São Jacinto – Série Reservas Naturais

Declarada Reserva Natural em 1979, a Reserva Natural das Dunas de São Jacinto é o destaque do artigo de hoje, dando continuação à nossa Série dedicada a Reservas Naturais.

Com 700 hectares e situada entre Ovar e São Jacinto, esta área de areais, bosques e lagoas está rodeada pelo Atlântico e pela Ria de Aveiro, estando integrada na respectiva Zona de Protecção Especial.

Dunas de São Jacinto (Rodry144, Wikimedia Commons)

As dunas são estruturas frágeis cuja protecção é essencial para a preservação da fauna e flora. No entanto, a zona era diferente antes do séc. XIX: as areias encontravam-se em constante movimento, o que dificultava a fixação de plantas. Na mesma altura, a abertura artificial do canal da Barra permitiu que a água do oceano encontrasse a dos rios, dando origem à Ria de Aveiro (a qual já mencionámos quando falámos de salinas de Portugal).

A Reserva divide-se em três zonas específicas:

  • Reserva Natural Integral: constituída pela zona de dunas estabilizadas e os pontos de nidificação das garças;
  • Reserva Natural Parcial: praticamente toda a área florestal;
  • Reserva do Recreio: zona de praia e de mata.

Dentro da variedade de fauna da Reserva, predominam as aves como o chapim-real, a gaivota-ar-gêntea, o guincho, o pato-marinho, e ainda anatídeos como o pato-real e a garça-branca. Em termos da flora, encontramos com mais frequência choupos, salgueiros, juncos e o pinheiro-bravo, responsável pela fixação das terras da Reserva Natural.

vários trilhos para fazer, e construídos de forma a não se interferir com vida selvagem local, sendo de destacar o passeio do Trilho de Descoberta da Natureza. É um lugar de visita obrigatório para qualquer um que goste de natureza e que esteja de passagem pelo distrito de Aveiro.

Roteiro de Primavera em Aveiro

O distrito de Aveiro é, não só um grande pólo turístico nacional, mas um lugar com muita história, fauna e flora. A Ria de Aveiro, por exemplo, não só tem uma canção dedicada por Caetano Veloso (“Menina da Ria”), mas é um ecossistema natural cuja geografia dá-lhe as características necessárias para ser, de fato, um bom lugar para se visitar nesta primavera enquanto se descansa num alojamento rural em Aveiro.

Foto CC de Rosino

Já tínhamos feito um roteiro de Aveiro em 2008, mas hoje
acrescentamos mais algumas coisas. Embora existam muitos lugares para
visitar na área, iremos comentar os que consideramos mais
interessantes. Pelo menos, aqueles onde a natureza possui um fator determinante:

  • A Pateira de Fermentelos, que é a maior lagoa natural da Península Ibérica, é navegável e está ligada aos outros rios da área, como o Vouga, Águeda ou Cértima. Alguma da vida marinha visível na zona são a Enguia e a Carpa. Lugar ideal para ir à pesca e desfrutar da ótima paisagem da geografia aveirense.
  • Pela sua parte, os canais da cidade de Aveiro, não só dão uma característica única à cidade de Aveiro, a “veneza portuguesa”, mas antigamente jogavam um fator importantíssimo na economia do distrito, pois os canais permitiam armazenar nos seus cais o sal da safra, e permitiam o transporte dos peixes aos mercados.
  • Noutros lugares, como no Cais da Béstida, a paisagem é rica em biodiversidade: para os mais afortunados até será possível ver Lontras e Ginetas. E não é só o avistamento de animais é o motivo justificante de uma visita, mas um passeio num barco moliceiro nesta área é ideal para conhecer a ria de Aveiro de muito perto.
  • Um pouco mais além do Cais da Béstida, a vila da Torreira e a sua extensa praia são um bonito lugar para se passar a tarde a caminhar pelas altas dunas que protegem a praia. De fato, Torreira, Costa Nova e a Barra são tres boas opções para irem à praia perto de Aveiro.
  • Alem das praias,  para quando os dias da primavera começam a ficar quentes,  há muitas praias fluviais para afastar o calor, algumas das mais recomendadas são a “Quinta do Barco” pelo Vouga e a praia Fluvial de Burgães.

Se acham interessante algum (ou todos!) estes lugares, aqui fica o convite para procurarem alojamento rural em Aveiro. Existe alguma variedade e os preços ainda são os de temporada baixa-média, pelo que a recomendação é sair a desfrutar das maravilhas deste Distrito.

Dois roteiros pela região de Aveiro

Em Aveiro podemos encontrar múltiples roteiros a percorrer. Apresentamos aqui duas opções que podem fazer as suas férias mais interessantes!!

Serras do Interior

Ao longo deste percurso poderemos descobrir o encanto das paragens do interior da região. Por entre serras e vales, convidamo-lo a conhecer as aldeias antigas, com a sua ainda conservada atmosfera típica de gentes humildes, campos em socalcos e ambiente acolhedor. Este percurso começa no Monte da Nossa Senhora do Socorro em Albergaria-a-Velha, a cerca de 20 Km de Aveiro, cuja história peculiar remonta ao século XIX.

De seguida, tomamos a estrada de ligação a Sever do Vouga, um caminho por entre a serra, que o levará a acompanhar o Rio Vouga. Neste ponto existe a possibilidade de praticar canoagem; o resto do percurso leva-o a uma das aldeias mais pitorescas da região, a Lomba e a inúmeros monumentos de interesse histórico.

A duração prevista para realizar este percurso é de 2 dias, sendo uma distância aproximada de 195 Km.
Tipo de Transporte: Automóvel

Rota da Montanha

* Aconselhamos o uso de veículo todo-o-terreno para o acesso a Drave

Neste itinerário, convidamo-lo a descobrir a zona mais setentrional da Região. Uma paisagem imponente e bela, marcada pelo recorte das montanhas e vales. Sugerimos começar o passeio em Castelo de Paiva. Nesta terra, atravessada pelos rios Paiva e Arda, o visitante terá a possibilidade de práticar canoagem ou uma boa pescaria da Truta, Lampreia ou Barbo.

Seguimos em direcção a sul em direcção a Arouca, uma terra antiquíssima, com um extenso vale abraçado pelas serras da Freita, de Montemuro e pelo monte da Srª da Mó. Este é um itinerário rico em património histórico construído, desde os monumentos megalíticos até à sumptuosidade do Mosteiro de Arouca.

A duração prevista para realizar este percurso é de 2 dias, sendo uma distância aproximada de 220 Km.
Tipo de Transporte: Automóvel

Disfrute da natureza, disfrute Aveiro!

Itziar Fernández