Tag Archives: Festivais

Gastronomia portuguesa: 5 eventos tradicionais imperdíveis!

Uma das melhores coisas em Portugal é a gastronomia. São séculos de aperfeiçoamento de diversas receitas, métodos e técnicas que produzem iguarias reconhecidas nacional e internacionalmente.

Quer falemos de enchidos, doces, queijos, vinhos, carne ou peixe, a nossa oferta é muito variada. Consequentemente, todos os anos podemos encontrar várias feiras ou festivais pelo país fora, celebrando o que de melhor se produz em território nacional.

Apresentamos assim 5 eventos gastronómicos tradicionais de Portugal que não pode deixar de visitar, com sugestões de alojamento rural para cada!

1) Festival do Queijo, Pão e Vinho (Abril) – Quinta do Anjo, Palmela
Queijo, pão e vinho! Algo tão típico no nosso país, seja como entrada ou mesmo refeição completa. É na Quinta do Anjo (Palmela, distrito de Setúbal) que se festejam estes três elementos tão imprescindíveis na nossa gastronomia, havendo ainda um espaço para doces típicos. É neste evento que os produtores da região se juntam para partilhar o que de melhor se faz nela.

2) Festa do Leitão da Bairrada (4 a 8 de Setembro 2013) – Águeda, Aveiro
O Leitão à moda da Bairrada é um clássico português! Esta festa já conta com praticamente 20 anos de existência e é um marco da peregrinação gastronómica lusa. Desde a sua génese que esta festa em Águeda (distrito de Aveiro) recebe milhares de visitantes… aliás, o culto evoluiu além da festa anual: a região recebe os fãs do leitão durante todo o ano!

3) Festival da Lampreia (22 a 24 de Fevereiro) – Penacova, Coimbra
Há quem comente que a lampreia é um animal com um aspecto estranho, ou mesmo arrepiante. Independentemente da aparência, milhares declaram-se fãs incondicionais do seu sabor. Em Penacova (Coimbra) celebra-se esta iguaria gastronómica portuguesa: o Arroz de Lampreia. Um evento a não perder!

4) Festival de Sabores Mirandeses (15 a 17 de Fevereiro) – Miranda do Douro, Bragança
A gastronomia da região de Miranda do Douro é uma viagem que não pode perder: as especialidades incluem a vitela e o cordeiro mirandês, os enchidos e doces da região… a acompanhar? O vinho regional, claro! A festa inclui também música, exposições, artesanato, workshops e jogos tradicionais, entre outras actividades.

5) Festival Internacional do Chocolate de Óbidos (22 de Fevereiro a 17 de Março) – Óbidos, Leiria
E para sobremesa, não podíamos deixar de parte o festival de chocolate mais conhecido do país! Visitada anualmente por milhares de pessoas, esta celebração do chocolate em Óbidos (Leiria) inclui esculturas, concursos, workshops de chocolateria, entre outras actividades (também há específicas para as crianças).

Há uma enorme diversidade de festivais e feiras em Portugal: apenas apresentámos alguns dos eventos principais. Todas as regiões do país são ricas em tradição (sobretudo gastronómica!) e têm algo para partilhar com os visitantes. Assim, se gostaria de recomendar outro(s) eventos que não podemos perder, partilhe nos comentários do artigo!

Dicas para ser ‘amigo’ do ambiente em festivais de Verão

Os festivais de música são já um normal acontecimento de Verão todos os anos em Portugal. Aqui na Toprural deixamos-lhe alguns conselhos para que possa ir aos festivais sendo ‘amigo’ do meio ambiente.

Concerto | Foto de Juntas

São ajuntamentos deste género que podem ter mais consequências negativas na Mãe Natureza, mas se todos fizerem um pouco, por muito insignificante que lhe possa parecer, verá, de certo, que o estrago será mínimo.

Para ter uma ideia do que ainda pode escutar a nível nacional, tem oportunidade ainda de assistir a eventos como o Festival Músicas do Mundo em Sines, o Festival Super Bock Super Rock no Meco, o Festival Sudoeste junto à Zambujeira do Mar, ou o Festival de Paredes de Coura em, claro está, Paredes de Coura.

Aqui vão, então, algumas dicas amigas do ambiente:

  • Se mora longe do local do festival, opte por se deslocar de  transportes públicos em detrimento de transporte próprio.
  • Se for de transportes públicos, ou mesmo que se desloque de transportes próprio, leve uma bicicleta. Poderá com ela realizar pequenos percursos, normais nesta ocasião nas localidades perto dos festivais.
  • Se acampar, faça-o apenas em locais para o efeito e evite o campismo selvagem. Seja como for, não deixe, nunca, lixo por onde passa, e tente deixar tudo como encontrou.
  • Se quiser levar alguma recordação, opte por comprar produtos locais, úteis e ecológicos. Desde que satisfaça um destes critérios, já estará a ajudar.
  • Não aceite todo o material promocional que lhe tentam passar para as mãos. Há sempre “tralha” a mais e depois acaba, normalmente, por fazer parte do lixo. Se não o vai utilizar, porquê ficar com ele?
  • Ao beber, guarde o copo e se voltar a comprar outra bebida reutilize-o. Pode até parecer estranho a quem lhe quiser vender a bebida, mas não será, com certeza,  o mais estranho a que assistirão.
  • Recicle sempre que possível. Se não encontrar ecopontos, guarde para colocar quando descobrir um.

Tens mais sugestões e dicas? Deixe-nos um comentário.

Boa música!