Tag Archives: gerês

5 casas rurais com terraço, para receber a Primavera

Mais dois dias e chegamos oficialmente à Primavera de 2013. No momento em que redigimos este artigo já o sol nos brinda com o seu calor. O nosso próprio humor se altera, nem que seja pelo simples facto de sorrimos um pouco mais. O clima começa agora a ser mais apelativo a sair de casa para tomar um café, ou mesmo para ir trabalhar… já não custa tanto!

Foi assim que optámos desta vez por observar alguns alojamentos rurais com terraço onde se poderá finalmente receber a Primavera.


Casa das Olas – Ermelo, Viana do Castelo
Um conjunto de quatro casas, onde cada tem uma varanda grande com vista para a albufeira da barragem de Touvedo (Rio Mira) e para o maciço montanhoso do Gerês. Poderá passear de BTT, a cavalo ou a pé, havendo também percursos gastronómicos e enoturismo. Vale igualmente a pena uma visita à aldeia de Ermelo.


Quinta do Mar da Luz – Luz, Faro
Este alojamento recebe até 40 pessoas: é uma quinta composta por suites, quartos e casas independentes, todos com ar condicionado, cofre, e um pequeno terraço no exterior. Coisas para fazer não faltam: aproveite para uma visita a Sagres, exercitar-se no ginásio, praticar um ténis e/ou relaxar no banho turco. Bicicletas e viaturas estão também disponíveis para aluguer, tal como várias excursões.


Casa da PadeiraAlcobaça, Leiria
Em Alcobaça, a cerca de 100 km de Lisboa, a Casa da Padeira é constituída por várias casas e quartos devidamente equipados. Entre as actividades, e além dos passeios pedestres pela zona, terá à sua disposição ténis e golfe. É também uma boa oportunidade para uma visita primaveril à vila histórica de Aljubarrota.


Casa do NorteVila do Porto, Santa Maria (Açores)
Uma moradia típica nos Açores (para um máximo de 4 pessoas graças a um sofá cama na sala) recuperada e adaptada ao turismo rural, mantendo ainda o traço arquitectónico tradicional da ilha de Santa Maria. Além do quarto de dormir, a casa possui cozinha, sala e uma ampla casa de banho. Poderá ainda usufruir do forno a lenha restaurado com uma chaminé em estilo algarvio (devido aos primeiros povoadores da ilha).


Quinta do Sardanito de Trás – Zambujeira do Mar, Beja
São várias casas típicas do Alentejo e localizadas numa paisagem que mistura o campo com a praia. Pelas manhãs há um “mimo”: é deixado, nas portas do alojamento, um talego que contém pão quente alentejano, doces e manteiga. As casas têm também lareira e aquecimento central. Aproveite para passear (a pé ou de bicicleta) pelas praias, dunas protegidas ou ao longo do Rio Mira.

Façamos então um esforço para esquecer a chuva e o frio! O tempo já convida a planear uns passeios (curtos ou longos) para fins de semana vindouros, ou para aquela(s) semana(s) em que tiramos umas férias.

Já tem planos para um passeio solarengo em 2013? Partilhe-os connosco nos comentários, estamos curiosos!

Minho ‘estreia’ pesquisa por região

Mais uma inovação na Toprural. Agora, já pode procurar as casas rurais para passar os seus dias de descanso através da pesquisa por região. Para lhe demonstrar como tudo isto funciona, nada melhor do que começar com uma ‘pesquisável’ região nacional: o Minho.

Gerês | Foto de Rosino

Na realidade, esta não é ‘oficialmente’ uma região de Portugal, sendo que para efeitos estatísticos se adopta outra delimitação. No entanto, a maior parte dos portugueses reconhece a região com esse nome, englobando assim os distritos de Braga e Viana do Castelo.

Esta região, onde o verde abunda graças ao clima e por ser atravessada por vários rios, situa-se a norte de Portugal, fazendo fronteira com a Galiza, região espanhola. De resto, é até o rio que dá nome à região – o Minho, obviamente – que separa o nosso território do do país vizinho. Isto durante 75 kms, de Melgaço à à foz.

Um dos grandes atractivos na região é o facto de aqui se encontrar a maior parte do Parque Nacional da Peneda-Gerês. Tem também inúmeras outras razões de visita, e além das já referidas Viana do Castelo, e Braga, tem muito que visitar em Guimarães, Ponte de Lima, Barcelos, Arcos de Valdevez ou Caminha. A gastronomia, por exemplo, é de deixar completamente satisfeito os mais exigentes. Aconselhamos também que, moderadamente, não deixe de experimentar o famoso vinho verde da região.

Actualmente, na Toprural, ainda não encontra, pesquisáveis, todas as regiões nacionais. Ainda assim, e para que não perca nada, fique aqui com o que já temos preparado para si: Alto DouroSerra da Estrela, Grande Lisboa, Trás-os-Montes, Grande Porto, Leiria-Fátima, Serra de Sintra e Península de Setúbal.

Visite o Parque Nacional da Peneda-Gerês

Com cerca de 72 mil hectares, o Parque Nacional da Peneda-Gerês é a única área protegida portuguesa a receber a classificação de parque nacional, o que só por si já é sinal de beleza invulgar. Não pode deixar de o visitar.

Criado em 1971, localiza-se no Noroeste de Portugal, junto à fronteira com a região espanhola da Galiza, e engloba na sua área territórios de cinco concelhos:

Atravessado pelos rios Lima, Homem e Cávado o Parque engloba também as Serras do Gerês, da Peneda, do Soajo e Amarela. É assim possível observar paisagens de cortar a respiração, como é o caso do miradouro da Pedra Bela.

Se ao nível da flora, o Parque apresenta quatro grandes grupos – carvalhais, formações arbustivas, lameiros e vegetação ripícola – também na fauna a riqueza e variedade abundam, com destaque para a águia-real, o bufo-real, a narceja (que tem no Parque o único local de reprodução conhecido em Portugal), a marta, o arminho, e o lobo, espécie em perigo de extinção em Portugal. Representativos são também o corço,  animal presente no emblema do Parque Nacional, e o cavalo Garrano.

A visitar

São muitos os locais a visitar dentro do Parque, mas não pode perder os seguintes construídos pela mão do Homem:

  • Castro Laboreiro – Vila com um castelo medieval, é também reconhecida como sendo a origem da raça de cães de… Castro Laboreiro.
  • Mosteiro de Santa Maria das Júnias – edifício em ruínas, declarado como Monumento Nacional em 1950 .
  • Vilarinho das Furnas – aldeia submersa por construção de barragem no rio Homem. Local de romaria para os praticantes de mergulho, é também possível de ver as ruínas em anos de seca ou quando a barragem é esvaziada.

Também a Natureza tem muito para oferecer. Assim, nada melhor do que fazer percorrer um dos roteiros aconselhados pelo Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade, seja a ou de automóvel.

Conselhos

O Parque Nacional da Peneda-Gerês pode ser visitado em qualquer altura do ano. Há, no entanto, normas a seguir:

  • Não conduzir fora das estradas;
  • Siga os caminhos e trilhos existentes;
  • Não faça campismo selvagem;
  • Não faça lume;
  • Leve o seu lixo consigo, ou coloque nos caixotes apropriados
  • Não colha plantas, flores, cogumelos, frutos ou amostras minerais;
  • Respeite as indicações dos guardas, vigilantes e técnicos do Parque;
  • Não perturbe a tranquilidade;
  • Cumpra os regulamentos de caça e pesca.

Alojamento

Fique com algumas sugestões de alojamento na região:

Mais informações sobre o Parque aqui.