Tag Archives: Guimarães

Turismo Rural: o Minho foi a região mais procurada de 2012

De acordo com dados recolhidos na Toprural.pt, o Minho foi a região cujos destinos rurais foram mais procurados este ano, com 36% do total das pesquisas.

Os distritos de Viana do Castelo e Braga foram os mais procurados, com 20,3% e 15,7% das pesquisas nacionais, respectivamente. Segundo Inês Nunes, Responsável Comercial da Toprural para Portugal, “a principal razão para este resultado poderá ser o facto de Guimarães ter sido Capital Europeia da Cultura em 2012”.

No entanto, destaquem-se Portalegre (7,55%), Évora ( 5,87%) e Beja (5,26%), que perfazem praticamente 19% do total.


No que diz respeito à procura por zonas turísticas, a Serra da Estrela e o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina representaram praticamente um 50% do total das pesquisas efectuadas para estas zonas.

Se preferir, pode ver a lista de distritos inteira nesta tabela.

Não apresentamos dados para a ilha da Madeira, uma vez que não teve procura suficiente para ser considerada representativa.

Nota: todos os dados apresentados provêm de Toprural.pt e dizem respeito ao período entre Janeiro e Novembro de 2012.

Minho ‘estreia’ pesquisa por região

Mais uma inovação na Toprural. Agora, já pode procurar as casas rurais para passar os seus dias de descanso através da pesquisa por região. Para lhe demonstrar como tudo isto funciona, nada melhor do que começar com uma ‘pesquisável’ região nacional: o Minho.

Gerês | Foto de Rosino

Na realidade, esta não é ‘oficialmente’ uma região de Portugal, sendo que para efeitos estatísticos se adopta outra delimitação. No entanto, a maior parte dos portugueses reconhece a região com esse nome, englobando assim os distritos de Braga e Viana do Castelo.

Esta região, onde o verde abunda graças ao clima e por ser atravessada por vários rios, situa-se a norte de Portugal, fazendo fronteira com a Galiza, região espanhola. De resto, é até o rio que dá nome à região – o Minho, obviamente – que separa o nosso território do do país vizinho. Isto durante 75 kms, de Melgaço à à foz.

Um dos grandes atractivos na região é o facto de aqui se encontrar a maior parte do Parque Nacional da Peneda-Gerês. Tem também inúmeras outras razões de visita, e além das já referidas Viana do Castelo, e Braga, tem muito que visitar em Guimarães, Ponte de Lima, Barcelos, Arcos de Valdevez ou Caminha. A gastronomia, por exemplo, é de deixar completamente satisfeito os mais exigentes. Aconselhamos também que, moderadamente, não deixe de experimentar o famoso vinho verde da região.

Actualmente, na Toprural, ainda não encontra, pesquisáveis, todas as regiões nacionais. Ainda assim, e para que não perca nada, fique aqui com o que já temos preparado para si: Alto DouroSerra da Estrela, Grande Lisboa, Trás-os-Montes, Grande Porto, Leiria-Fátima, Serra de Sintra e Península de Setúbal.

Visita ao berço da nação

Guimarães, a cidade que viu nascer Portugal. E com tanta história para visitar que na Toprural resolvemos traçar-lhe um roteiro daquilo que não pode perder na cidade. Claro que, para lhe poupar trabalho, também seleccionámos algumas casas rurais perto, para poder descansar.

Centro Histórico de Guimarães | Foto de Feliciano GuimarãesSituada na região do Minho, no Norte de Portugal, a “cidade berço”, como muitas vezes é apelidada, deve esse facto por ter sido o centro administrativo do Condado Portucalense, território que deu origem ao nosso país, e por ter sido o local de nascimento de D. Afonso Henriques, o primeiro rei de Portugal.

Inevitável é a visita ao castelo. Localizado na freguesia de Oliveira do Castelo, foi mandado construir no século X por pela condessa Mumadona Dias. É uma imponente estrutura que permite observar uma paisagem magnífica sobre a cidade e regiões dos arredores. Junto encontra-se o campo de São Mamede, onde se travou uma das mais importantes batalhas para a independência de Portugal: a batalha de São Mamede, em 1128.

Perto encontra também o Paço dos Duques de Bragança, outra construção de relevo de origem no século XV, e com claras influências arquitectónicas do Norte da Europa. Alberga um museu nas suas instalações.

Todo o centro que qualquer que seja a cidade tem sempre razões de interesse para uma visita. O centro histórico de Guimarães não foge a esta regra, claro está. Classificado como Património Mundial pela UNESCO (link em inglês),  proporciona momentos de prazer ao ser visitado, dando a ilusão de estarmos a passear por uma povoação da Idade Média, tal a quantidade de antiga arquitectura ainda preservada.

A não perder é também a viagem de teleférico entre a cidade  e a montanha da Pena, numa distância de 1,7 km e uma altitude de 400 metros. Tudo para visitar o Santuário de Nossa Senhora da Pena e aproveitar a bela paisagem.

Muitos são também as razões para visitar a cidade, que será Capital Europeia da Cultura em 2012. Mas deixamos a si o prazer a descoberta. Se ainda tem dúvidas, aceite a sugestão do conhecido jornal New York Times, que elegeu Guimarães como um dos 41 destinos a visitar em 2011.

Onde ficar:

Casa dos Pombais, Guimarães
Quinta de Corujeiras
, Infantas, Braga
Quinta do Casal de S. Miguel do Soutelo
, Soutelo, Braga
Casa da Ponte de S. Pedro
, Cantelães, Braga
Casa de Requeixo
, Frades, Braga
Quinta de Cima de Eiriz
, Calvos, Braga

Boa viagem!