Tag Archives: Ideias de fim-de-semana

Fim-de-semana romântico

Agora que o Outono já veio e que o tempo quente teima em partir para o outro hemisfério, aqui na Toprural sugerimos que procure o calor num fim-de-semana prolongado com a sua cara-metade. Deixe as crianças entregues aos avós e parta para dias românticos.

Para que não perca muito tempo na procura, que o amor por vezes é urgente, aqui deixamos algumas sugestões de casas rurais em tom romântico, ordenadas consoante a sua zona de origem.

Porto, Norte e Alto Douro

  • Quinta da Ponte do Louro – Casa típica do Minho, situada em Louro, remonta ao século XVIII.
  • Quinta de Marnotos – A 5km do rio Douro, situada entre montes e vales, possui duas casas em pedra com mais de 400 anos mas, obviamente, recuperadas para o conforto dos dias modernos.

Centro e Douro Sul

  • Quintal de Além do Ribeiro – Situado num vale na zona da Lousã, remonta aos meados do século XVIII e à época das invasões napoleónicas.
  • Quinta do Pedreno – Antiga casa senhorial em São Pedro do Sul, afirma seguir uma arquitectura romântica.

Lisboa, Vale do Tejo e Litoral Alentejano

  • Casa dos Matos – Situada no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, tem no acolhimento um dos pontos positivos.
  • Quinta de Coalhos – Com traços de chalet romântico, o edifício principal da Quinta, localizada em Abrantes, dá uma atmosfera especial ao espaço.

Alentejo

  • Quinta do Xarrama – Localizada perto da cidade de Évora, afirma ser a combinação perfeita do sossego do campo com a agitação da cidade.
  • Monte da Moita Raza – Entre Marvão e Castelo de Vide, este monte encontra-se inserido no Parque Natural de São Mamede.

Algarve

  • Casa Bela Moura – Perto da praia da Senhora da Rocha, em Porches, afirma-se inserida ainda assim numa zona sossegada.
  • Casa das Oliveiras – Situada na zona de Silves, da qual dista 6 km, encontra-se a 8 km da costa e a 4 da Lagoa.

Açores

  • Quinta das Bungavilias – Localizada perto do mar, na ilha do Faial, a quinta apresenta árvores de fruto e tem produção de flores, dando-lhe assim um colorido especial.
  • Casa da Madrinha – Situada na ilha de São Miguel é, como refere o proprietário, o local ideal para quem quer ficar longe e perto de tudo.

Madeira

  • Quinta do Pântano – Quinta que possui uma lagoa natural, permite um contacto directo com a natureza.
  • Estalagem A Quinta – Estalagem de 4 estrelas, situa-se no Santo da Serra, zona rural a 25 km do Funchal.

Mas estas são apenas algumas escolhas, uma vez que encontra muitas mais no site da Toprural. Veja, por exemplo, a nossa selecção de casas 3×2, onde paga apenas duas das três noites de estadia.

Escapadinha ao Alqueva

É a maior barragem portuguesa, e também o maior lago artificial da Europa. Falamos da barragem de Alqueva, com 250 km2 de superfície, 83 km de comprimento e 1160 km de perímetro. O local ideal para uma escapadinha de fim-de-semana, e nós, na Toprural, traçamos-lhe um plano.

6ª-feira
Tire o dia de folga e guarde a manhã para si, para acordar tarde e preparar as malas. Almoce e faça-se à estrada. O grande lago abarca áreas dos concelhos de Portel, Moura, Évora e Beja, pelo que para não se sentir perdido, aconselhamos a ida à aldeia da Luz. Esta nova aldeia foi inaugurada em 2002, construída de raiz a cerca de 2 km da antiga povoação, que foi submersa pelas águas da barragem. Ao final do dia aconselhamos uma visita ao centro de Moura, cidade tipicamente alentejana, e onde pode relaxar depois  da viagem e de um dia sob o sol alentejano.

Sugestões de alojamento: Monte do Caneiro, Monte do Colmeal, Pinta Barris.

Sábado
Ao acordar, faça-se à estrada e visite a parede da barragem, junto à aldeia de Alqueva, na ponta Sul. De seguida, faça o percurso rumo ao Norte,  em direcção à cidade de Reguengos de Monsaraz, aproveitando o percurso para parar sempre que quiser para umas belas fotografias do lago. Em Reguengos, prove a típica gastronomia e compre umas quantas garrafas de vinho, que é famoso por esta região.

À tarde, dirija-se à simpática vila de Monsaraz. Situada no topo de um monte, a vila, ‘encaixada’ entre as muralhas do castelo, oferece uma vista sobre o lago, a planície alentejana e Espanha. As suas estreitas ruas, de piso irregular de xisto, revelam surpresas a cada esquina. Detentora também de um castelo, ou não estivesse Monsaraz num topo que se destaca na planície, é o local ideal para observar o pôr-do-sol.

Sugestões de alojamento: Casa Pinto, Monte Saraz, Horta da Coutada.

Domingo
Neste dia, vá até à marina junto à aldeia de Amieira. Ali poderá informar-se acerca do aluguer de barcos, ou, quem sabe, dar logo uma volta de canoa ou caiaque. Você decide. Se não se sentir à vontade, pode ficar junto ao bar a admirar a paisagem que, sabemos, é de cortar a respiração.

Chegada a hora do almoço, e a pensar na volta a casa para essa tarde, sugerimos uma de duas opções: se viver a norte da barragem, faça o caminho até Évora, almoce por lá e não perca, pelo menos, o Templo de Diana; e se viver no Sul, passe por Beja, prove a gastronomia da região, visite o castelo e descanse à sombra, que por terras bejenses o calor impera.

1.000 escapadinhas por apenas 69 €

69 razões para perder-se por aí

69 motivos para viajar

69 aventuras para viver

69 pratos para degustar

69 lugares para conhocer, mais mil

Estalagem do Vale (São Vicente, Madeira)

69 histórias que terá para contar

6 ou 9 pessoas às que surpreender com um presente

69 tipos de alojamento: com lareira, com vistas ao mar, com jacuzzi…

69 pequenos-almoços diferentes para escolher

69 oportunidades de desligar do mundo

69 maneiras de escapar da cidade

Quinta de Malta (Durrães, Barcelos)

69 caminos para percorrer

69 rutas que descobrir

69 recantos para sonhar

Mais de 1.000 alojamentos entre Espanha, França, Itália, Portugal, Andorra ou Bélgica para descobrir com a sua cara-metade.

Tudo isto, e muito mais, encontrará em qualquer alojamento rural subscrito à oferta de todos os fins de semana de Março por apenas 69€, para 2 pessoas e 2 noites.