Tag Archives: Orientação

Em forma no Verão: actividades para estar activo

O Turismo Rural é uma das melhores soluções para passar umas férias realmente tranquilas e em sintonia com o que de mais tradicional existe em determinado destino. No entanto, ocasionalmente recomendamos actividades para aqueles viajantes rurais que, além da necessidade de descansar, também gostam de sentir um pouco de adrenalina de vez em quando, ou pura e simplesmente de se manter em boa forma física.

Faremos, portanto, um resumo de actividades populares e divertidas para praticar em ambiente rural, e que também podem inclusivamente ser utilizadas como critério de pesquisa no site da Toprural.

Diving (foto: Derek Keats, Flickr)

Mergulho
Talvez a palavra que todos mais usamos no Verão, “mergulho” designa também uma modalidade específica e que também já abordámos. Talvez seja, destas cinco, a actividade mais refrescante e apropriada à presente estação.
Casas rurais em zonas de prática de mergulho

Orientação/sobrevivência e Geocaching
Formas bastante divertidas de passear e conhecer a envolvente do nosso destino, tanto a orientação como a sobrevivência fornecem adrenalina e exercício físico suficientes para um dia bem passado. Além destas, outra modalidade que abordámos foi o geocaching: basicamente, uma “caça ao tesouro” muito bem organizada!
Casas rurais em zonas de prática de orientação e sobrevivência

Golfe
Além de ser uma actividade imprescindível para muitos turistas, e grande modalidade de veranesca, o golfe é um dos produtos estratégicos no estímulo da procura turística em Portugal, e o ambiente rural não é excepção. Como tal, não poderíamos deixar de o mencionar no nosso blogue.
Casas rurais perto de campos de golfe

Pára-quedismo
Atirar-se de um avião é uma verdadeira injecção natural de adrenalina… em devidas condições de segurança, claro! Muitas pessoas optam frequentemente por umas férias mais descontraídas mas aproveitam sempre para fazer uma pausa na “rotina do descanso”. Haverá algo ainda mais intenso do que pára-quedismo ou queda-livre?
Casas rurais em zonas de pára-quedismo

Alpinismo e Escalada
Duas excelentes actividades para fortalecer braços e pernas, tanto o alpinismo como a escalada exigem níveis de concentração e esforço físico como poucas actividades. No entanto, a recompensa (a satisfação de alcançar literalmente o topo do obstáculo à nossa frente) vale sempre o esforço!
Casas rurais em zonas de alpinismo e escalada

Se ainda não planeou férias para o Verão, organizar-se de acordo com uma destas actividades poderá ser uma excelente solução; e sempre em ambiente rural, para que possa optimizar o descanso merecido!

Se costuma praticar outras actividades no Verão, partilhe nos comentários abaixo!

Saia de casa e aventure-se: orientação e sobrevivência em Portugal!

Esta semana o artigo é dedicado às actividades outdoor (isto é, ao “ar livre”), nomeadamente as que testam a nossa capacidade de adaptação e improviso face ao meio natural envolvente, e assim nos põem à prova.

Comecemos pelo “bushcraft“. Traduzido, o termo pode ter como equivalente a expressão “artes do mato”. No fundo, é o que representa esta prática que tem um simples objectivo: ensinar e promover métodos de sobrevivência e adaptação à envolvente natural através do pouco que se tem ao dispor nesse cenário. É mais do que tirar fotografias ou observar a fauna/flora de um determinado lugar: é conviver com esse meio e saber utilizar os seus recursos (de forma responsável, claro).

Outra prática relacionada com este tipo de actividades ao ar livre é a orientação. Conta já com um século de existência e continua a atrair adeptos em todo o mundo, uma vez que está directamente ligada ao lazer. A sua proximidade com a natureza permite que os praticantes passem por zonas menos habitadas (aldeias, serras, montanhas, por exemplo). A orientação pode ser praticada a pé ou em BTT, é para todas as idades e também, claro, uma excelente oportunidade para fazer turismo rural!

Como funciona? O praticante recebe um mapa assinalado com vários pontos de controlo (e que no terreno aparecem como balizas, prismas laranjas e brancos) acompanhados por um pequeno dispositivo electrónico, e/ou de um pequeno picotador. Cada indivíduo possui um identificador (ou um cartão de controlo, que tem de picotar) que utiliza de forma a marcar a sua passagem por cada ponto. No entanto, não há um percurso: cabe a cada participante escolher o melhor caminho para o próximo ponto de controlo!

Onde obter mais informação: Associação Portuguesa de Buschcraft e Escola do Mato, por exemplo. Para saber mais sobre orientação, recomendamos a página da Federação Portuguesa de Orientação.

Aventure-se: na Toprural pode pesquisar alojamentos em zonas onde se pratique orientação/sobrevivência.