Tag Archives: Redes Sociais

Meça a influência da sua casa rural nas redes sociais

Hoje damos um passo em frente na série “turismo rural e redes sociais” que temos vindo a partilhar ao longo dos últimos meses. Já vimos as ferramentas que estão ao seu alcance, como geri-las e como monitorizar o que se diz por aí, entre outras coisas. Hoje vamos ocupar-nos da medição da influência que geramos nas redes sociais, tendo em conta diferentes ferramentas.

Meça a Influência da sua casa rural nas redes sociais

O que é a influência?
Por “influência” entende-se a capacidade para fazer chegar as nossas mensagens aos utilizadores e, portanto, ter influência junto dos mesmos. Com as redes sociais, esta capacidade cresceu bastante ao ser possível chegar ao nosso público de forma rápida e eficaz.

Estes instrumentos de medição são fiáveis?
Os modelos poderão ainda não ser tão exactos como deveriam mas é importante medir se influenciamos (ou não) nos nossos seguidores para poder marcar o caminho a seguir, os aspectos que estão bem e os que são melhoráveis. Escolher uma ou duas fontes de medição ajudar-nos-á a traçar uma estratégia a desenvolver. Contudo, atenção, não é caso para obcecar-se com isto; é um mundo em constante evolução!

Passos a seguir
Para poder determinar as ferramentas que mais nos convêm, teremos em conta vários factores, como por exemplo: definir a sua personalidade online, escolher as personagens influentes e seguir os seus passos, seleccionar o seu público-alvo, ser coerente com a sua mensagem, traçar alianças estratégicas, etc.

Ferramentas de medição de influência online
Vamos entrar em detalhe. Quais são as ferramentas a ter em conta para medir a nossa influência nas redes sociais? Em seguida apresentaremos uma lista, a partir da qual poderá usar a que mais gostar, tanto para Facebook, como para Twitter.

Influencia em redes sociais

1. Klout. É a ferramenta de medição de influência por excelência. Pode conectar a sua conta de Klout com as de Facebook, Twitter, Google+, LinkedIn, Foursquare, YouTube, Instagram e Blogger. Uma vez conectadas, estipula-se uma pontuação entre 1 e 100 em função da repercussão que as suas publicações têm nas diferentes redes sociais. A rede de maior relevância no Klout é o Twitter, embora a pontuação estipulada a cada pessoa venha determinada tanto pela quantidade como pela qualidade dos comentários dos usuários em quem exerce influência.

2. PeerIndex. Esta ferramenta também estipula uma pontuação aos utilizadores, e neste caso, em relação aos temas de influência. Baseia-se em três componentes: autoridade, actividade e audiência, e a sua distribuição para estabelecer um índice ponderado entre 1 e 100, tal como o Klout.

3. Tweet Grader. Ferramenta focada exclusivamente no Twitter. Tem apenas de inserir o seu nome de utilizador e aparecerão vários dados. O mais importante é o Grade, que pode assumir valores entre 1 e 100  e é efectivamente o que nos indica o estado de popularidade. Também oferece informações curiosas sobre a sua conta de Twitter, como o dia de criação, os utilizadores que começaram a “twittar” no próprio dia, ou as palavras que você mais utiliza ao fazê-lo. Além disso, inclui a possibilidade de ver a evolução em forma de gráfico, dos seus seguidores e de quem o/a segue.

4. Twitalyzer. Outro ranking através do qual pode medir o impacto geral que tem no Twitter com base nos últimos 30 dias. O bom desta ferramenta é que nos mostra uma comparação com outras ferramentes, como PeerIndex ou Klout, de modo a ter uma visão mais completa. Os resultados do Twitalyzer são obtidos através do número de seguidores, referências únicas e menções, entre outros factores.

5. Tweetreach. Neste caso, relacionam-se tweets ou hashtags com a quantidade de gente que que os re-publicou através de enlaces, comentários, re-twitteando, etc. É um bom recurso para o seguimento de um tema de interesse. No entanto, o que tem de especial é que pode fazer seguimento de um tema criado por si e ver o alcance do mesmo.

6. Facebook Grader. Uma variação do Tweet Grader (explicado anteriormente), que nos permitirá conhecer a popularidade da nossa marca nesta rede social. Terá que iniciar sessão com o seu nome de utilizador para que lhe indique o grau de influência em função da quantidade de amigos que tem, a quantos grupos pertence, o número de fotografias e comentários no seu Mural.

7. Facebook Insights. As estatísticas do Facebook dão-nos uma grande quantidade de informação para descobrir se chegamos ou não a ser influentes junto dos nossos fãs. Podemos basear-nos nas variáveis “alcance” e “pessoas a falar disto” para conhecer o grau de influência. O primeiro é o número de pessoas às quais chegamos, enquanto que o segundo é a quantidade de interacções dos utilizadores com a tua página, onde se incluem os “Gosto”, respostas a qualquer pergunta feita, comentários, actualização no Mural, menção da página, etc.

8. Converse Social. Uma ferramenta que vale a pena conhecer dado que compara o grau de compromisso da nossa comunidade no Facebook com o da concorrência. Comprove, para os últimos 30 dias, o nível de interacções que teve a sua página, segundo os comentários, os “Gosto”, publicações e número de fãs.

Estes são os passos principais que deve dar para conhecer a influência que tem a conta de Facebook ou Twitter do seu alojamento. Experimente e conte-nos o que lhe parece! Está a faltar-nos mais alguma informação?

Como criar um blog para a sua casa rural

Um blog é um sitio web onde periodicamente pode atualizar conteúdos relacionados com a sua casa rural e ordená-los cronologicamente, sendo o primeiro artigo o mais recente. É uma ferramenta ideal para manter o público atualizado onde poderá comentar e partilhar as suas novidades nos meios sociais.

Alguma vez se dedicou a escrever um blog? Vejamos como fazer do seu blog a chave da sua estratégia online.

Wordpress e blogger

Para iniciar a criação do seu blog, deverá escolher um dos muitos sistemas de gestão de conteúdo que existem na web como: wordpressbloggertypepad, etc.  São de fácil utilização e gratuitos. Nós utilizamos a versão de download wordpress.org que requer a utilização de um servidor externo, é mais personalizável e permite incluir diferentes widgets (aplicações). No entanto, se preferir um blog mais simples, recomendamos a utilização de qualquer uma das outras plataformas acima mencionadas.

Assim que esteja familiarizado com a ferramenta, deve escolher o layout (desenho) que mais goste! Posteriormente poderá alterar a aparência do seu blog, modificando o cabeçalho e o fundo com as fotografias do seu alojamento e mostrar ou ocultar os widgets que preferir (calendários, ligações a outros blogs, nuvem de tags, etc.).

 

Os blogs são compostos por artigos (posts) que possuem uma URL única denominada de permalink. Para dar maior visibilidade às suas entradas nos motores de busca como o Google, é recomendável que altere essa URL por outra que contenha as palavras-chave de busca e adicione etiquetas e categorias de busca a cada post.

Nos blogs é também frequente existirem páginas estáticas, onde os proprietários incluem informação sobre a sua casa rural.

No seu primeiro artigo pode dar as boas vindas aos seus leitores. Para não ficar sem ideias sobre o que escrever nos restantes artigos, recomendamos-lhe elaborar um brainstorming (chuva de ideias), anotando numa folha aqueles temas que vão surgindo na sua mente e que acredite que possam ser do interesse dos seus leitores.

Foto CC de hey paul

Aqui deixamos alguns exemplos:

Rotas e atrativos turísticos da região
Descreva todo o valor que a região possui: dê indicações de todos os seus locais favoritos, especialmente aqueles que não aparecem nos guias mas que certamente teem imenso encanto.

Atividades e workshops
Que se realizem na sua casa rural ou nas redondezas. Ambas as plataformas permitem incluir fotografias, mostrando assim aos seus leitores imagens de outros turistas que já disfrutaram da sua casa rural.

Histórias e relatos pessoais
Todos gostamos da proximidade, de nos reunirmos e de ouvirmos estórias em conjunto sobre as lendas do povo, os antigos hóspedes, os animais, as suas experiências.

Ofertas e promoções
Deve publicar as novidades sobre a sua casa rural, mas tente que o seu conteúdo não seja sempre comercial ou o seu público acabará por desaparecer.

Logo que tenha decidido sobre o que vai escrever, questione-se sobre a elaboração de um calendário  para que mantenha de forma organizada e controlada as suas publicações. As redes sociais como o Facebook, Twitter ou Google+ são uma boa forma de divulgar os seus artigos. Igualmente os seus leitores podem partilhar as suas entradas, através dos botões share (partilhar em inglês), das redes sociais.

Aconselhamos a que ganhe alguns “hábitos” na hora de escrever um blog, tais como:

Referenciar e ligar-se a outros blogs, quando são fonte de informação ou servem de complemento aos seus conteúdos.

Gerar uma comunidade em torno do seu blog, respondendo aos comentários dos seus leitores e comentando igualmente noutros blogs.

Respeitar as licenças de conteúdo relativamente a direitos de autor. Se necessita de imagens pode compra-las ou utilizar as que dispensam licenças como por exemplo em creative commons.

Pode ver mais conselhos sobre redes sociais em Turismo rural e Redes Sociais – Conselhos Toprural.

Esperamos que estes conselhos tenham sido úteis e em caso de já dispor, gostaríamos de conhecer a sua experiência.

Ferramentas práticas para analisar a sua comunidade nas redes sociais

Continuamos com a série Turismo Rural e Redes Sociais para explicar-lhe como analisar os resultados nas redes sociais e saber como evoluiu a sua comunidade de seguidores nas distintas redes sociais existentes. Vejamos como fazê-lo em passos muito simples:

1.- Familiarize-se com as estatísticas que algumas redes sociais proporcionam, como por exemplo:

Facebook Insights: integrado no Facebook, nele encontrará informação bastante interessante como gráficos da evolução dos seus fãs, dados demográficos, número de interacções, etc.); escolha a métrica que mais lhe interessa. Nós costumamos olhar para o “alcance total” para ver o grau de interacção dos utilizadores do Facebook com os nossos conteúdos (o dos nossos amigos, e dos amigos destes). Também convém analisar os resultados dos conteúdos das páginas, pois ajudá-lo-á a saber quais são os conteúdos que funcionam melhor.

Youtube Analytics: Dentro do canal de Youtube, aqui poderá ver o desempenho dos vídeos, os dados demográficos dos utilizadores, de onde vêm as visitas que visionam os seus vídeos, etc.

2.- O Twitter não dispõe de ferramentas de análise integrada, pelo menos gratuitas. Por esse motivo, sugerimos que experimente outras aplicações que analisam esta rede social, como por exemplo:

SocialBro, ferramenta de análise para Twitter

SocialBro: É uma ferramenta muito completa e gratuita que reúne informação de todos os seus seguidores, organizando-a e apresentando-a de forma muito útil e atractiva. Sugerimos experimentar esta aplicação e comprovar todos os dados que oferece: indicadores de influência, evolução de seguidores, utilizadores mais activos, as melhores horas para twittear, etc.

Ferramenta análise Twitter

Tweetstats: Ferramenta que ajuda a conhecer os dias em que se publicaram mais tweets, gráficos por horas de actividade, os usuários mais activos ou a quem se respondeu com maior frequência.

Tweeteffect: Com esta interessante ferramenta poderá saber quantos “followers” ganha ou perde em cada tweet.

Tweetreach: Uma ferramenta que oferece uma análise pormenorizada sobre o alcance dos tweets e a dimensão da sua conta no Twitter. Não é grátis, mas tem um preço bastante competitivo. Vale a pena, principalmente se tiver um evento importante com presença no Twitter e pretende um relatório detalhado.

3. – Abrir folha de cálculo e configurar o modelo KPIs (Key Performance Indicators) introduzindo os indicadores de seguimento. Deixamos aqui uma tabela de KPIs ( 233Kb – PDF) como exemplo. Na secção das colunas pode incluir a periocidade que deseja analisar, e nas linhas podem incluir-se os dados mais relevantes a examinar. Não se trata de analisar todos os dados mas de seleccionar aqueles que são mais convenientes.

A análise de dados não se deve tornar uma obsessão, pois nem sempre se conseguem os mesmos resultados: há semanas em que os utilizadores participam mais do que em outras, pelo que há que dedicar alguns minutos (nós fazemos isto uma vez por mês) a analisar as redes sociais, e não todos os dias.

No final de todo este processo de análise é importante saber se as interacções se tornam em conversões, isto é, se as interacções com a tua comunidade se traduzem em mais visitas à sua página da Internet ou ao seu perfil da Toprural. Para tal, existe o Google Analytics: é a ferramenta de topo de análise da Web que proporciona informação muito valiosa sobre o tráfico dirigido a uma página da Internet, de onde vêm essas visitas, quanto tempo passam em cada página, etc. Não é necessário ser-se um especialista para analisar os dados, apresentados em gráficos simples e intuitivos. Deixamos-lhe aqui este Manual do Google Analytics que explica como configurar a sua conta desde o início.

Já alguma vez utilizou estas ferramentas? Considera as redes sociais uma importante ferramenta para a divulgação do seu alojamento rural? Nós utilizamos as ferramentas que referimos neste post e umas quantas mais. Se acha que há alguma que vale a pena usar mas que não mencionámos neste artigo, pode dizer-nos nos comentários!

Como monitorizar o seu alojamento rural nas redes sociais

Se o seu alojamento rural já dispõe de redes sociais como o Facebook ou o Twitter, está na altura de aprender a controlar e analisar a rede, verificando as conversas sobre a sua casa rural, os seus concorrentes e outras atividades do sector. Efectuar este seguimento e manter-se ao corrente de tudo o que ocorre online é mais simples do que parece, recorrendo às ferramentas que já são utilizadas pela Toprural, e que passamos a apresentar.

Como Monitorizar as Redes Sociais

É rentável dedicar tempo e esforço controlando as redes sociais?
Algumas das vantagens mais importantes quando se efetua esta monitorização é que se algum utilizador realiza um comentário negativo sobre a sua casa rural ou necessita alguma informação, as redes sociais passam a ser uma rápida fonte de oportunidades e um eficaz serviço de atenção ao cliente.

Existe uma grande variedade de aplicações com esta finalidade, pelo que aconselhamos que teste várias e escolha a “mala de ferramentas online” que mais se adapta às suas necessidades. As ferramentas pagas parecem ser mais eficazes pois analisam uma maior quantidade de dados e variáveis. Contudo, se é principiante neste campo, é preferível começar a trabalhar com ferramentas gratuitas como as seguintes:

Topsy:  Introduzindo o nome do seu alojamento ou do alojamento que deseja analisar, esta ferramenta mostrará exactamente onde é mencionado (blogs, posts, comentários, vídeos, tweets…) em todo o tipo de redes sociais e facilitar-lhe-á algo muito interessante: proporciona informação sobre o impacto obtido.

Socialmention: Com funções semelhantes à anterior, permite-lhe conhecer os utilizadores mais activos (os que mais o mencionam), as palavras mais comentadas e as redes sociais que mais conversas geram.

Icerocket: É uma boa ferramenta de busca para detectar os comentários sobre a sua casa rural em blogs, se bem que a principal vantagem é que graças a esta ferramenta poderá conhecer as últimas tendências deste sector.

Summify: Com esta peculiar aplicação poderá analisar os comentários mais valorizados pela comunidade, as tendências e tudo o que acontece no Twitter. Além disso, envia periodicamente por email um resumo da sua atividade.

Google Blog Search y Technorati: São duas ferramentas especialistas em blogs. Onde quer que se mencione o seu alojamento rural na blogosfera, estas ferramentas encontrá-lo-ão.

Google Alerts y Twilert: Pensadas para que saiba quando é mencionado sem estar ligado às redes, estas ferramentas notificam por e-mail quando surgem os termos que deseja controlar.

Google News y Pickanews:  Imagine que a sua casa rural é mencionada nos diários de notícias online. Gostaria de compilar toda a informação? Com estas ferramentas online é possível fazê-lo.

Esta é apenas uma pequena seleção das ferramentas gratuitas que poderá ter ao seu dispor, de utilização simples e que lhe permitirão ter uma ideia global de tudo o que ocorre no ambiente 2.0.

Utilizaria este tipo de ferramentas? Parecem-lhe interessantes? Dê-nos a sua opinião!

Como promover a sua casa rural no Facebook

Hoje apresentamos alguns conselhos para promoverem os vossos alojamentos rurais no Facebook, a primeira rede social de Portugal em que milhões de pessoas partilham as suas vidas, conversam entre si e se informam. Sabes tirar o máximo proveito desta rede social? Vejamos como chegar ao nosso público com passos muito simples.

Como promover a sua casa rural no Facebook

Diferenças entre perfil profissional e página da empresa
Quando nós escrevemos no Facebook, fazemo-lo como pessoa (com um máximo de 5000 amigos). Para criar uma páginas de empresa, o Facebook dispõe da opção criar uma página nova em que podemos escolher o tipo de negócio que nos interessa, neste caso devemos eleger estabelecimento local.

Tenho perfil profissional, como posso mudar de página?
Se fizestes um perfil pessoal para o teu alojamento rural e desejas mudar para página de empresa podes fazer aqui essa mudança. O número de fãs será ilimitado, várias pessoas poderão administrar a página e aparecerás nos resultados de procura como alojamento rural.

Completa a tua página
Se já dispões de uma página no Facebook já te deves ter apercebido como é fácil incluir imagens e vídeos nesta rede. É muito importante adicionar toda a informação possível, em particular uma boa descrição do teu alojamento rural e o link da tua página na Internet. Também podes incluir botões a outras redes sociais instalando aplicações gratuitas para o Facebook.

Muda para a nova biografia
O Facebook mudou o aspecto do nosso muro, para um desenho de biografia muito mais atractivo, com a vantagem de poderes destacar as entradas que consideres mais importantes. Apresentamos aqui este Guia Oficial para utilizar o novo interface do Facebook.

Uma das novidades do novo desenho é a possibilidade de introduzir uma imagem de entrada e mudá-la as vezes que quiseres. Esta imagem pode ser a do teu próprio alojamento: tem em conta que esta imagem deve ser chamativa, uma vez que é esta a primeira que os utilizadores vêem ao entrar na tua página, assim quanto mais real e mais apropriada a tua imagem for melhor. Não sabes que fotografia incluir? Vê esta selecção de desenhos, são muito criativos não te parece?

Escreve com frequência
Não queremos que passe o dia conectado, mas sim é recomendável escrever com uma certa frequência para que os utilizadores não se esqueçam que o teu alojamento rural ainda existe. Tudo depende das novidades que possas contar: não se trata de escrever muito, mas sim oferecer conteúdo que possa interessar aos teus fãs. Notícias, novidades no seu alojamento, actividades ao redor, ofertas…

Conversa, pergunta e partilha
Os utilizadores do Facebook recusam-se a seguir páginas que contém demasiado conteúdo comercial. Tenta conversar com os utilizadores respondendo aos seus comentários e pedindo que participem. Faz perguntas, verás que logo terás respostas. Descobre como dialogar com os utilizadores com o Guia para ter uma boa conversa no Facebook.

Difunde o turismo da tua zona
Irá haver algum evento ou festa na tua localidade nos tempos próximos? Há algum museu ou rota para visitar? Faz com que os teus fãs os conheçam, desejem viajar até lá e partilhem a informação com os amigos.

Citações, curiosidades e conselhos
Todos gostamos de grandes frases, aquelas que nos fazem pensar. Porque não escrever uma citação ou uma frase típica do tua zona? Que tradições e costumes da tua zona podes destacar? Mostra-as ao mundo.

Fá-los sorrir e surpreenderem-se
Muitos utilizadores no Facebook utilizam a rede para disfrutar vendo vídeos e fotografias que lhes chamaram a atenção e que os fizeram sorrir. Conheces alguma foto curiosa ou um vídeo divertido? Partilha com os teus fãs, com certeza gostarão.

Conheces outro truque para dar a conhecer a tua casa rural neste meio social? Há algum facto curioso que nos queiras contar e que nos tenhamos esquecido? Conta-nos a tua experiência, deixando-nos o teu comentário. Também podes conversar e participar na nossa página Toprural no Facebook.