Tag Archives: Rotas

Castelos de Portugal: turismo rural numa rota histórica

Depois das elevadas temperaturas do Verão, o Outono em Portugal é uma boa altura para passear e conhecer melhor o país. Assim, desta vez optámos pelo tema dos castelos portugueses, embrenhando-nos um pouco na História de Portugal.

Alguns destes castelos ficam situados no meio de povoações repletas de hábitos e costumes antigos. Outros estão mais isolados, com vistas para planícies ou vales onde outrora tiveram lugar batalhas ou feitos que fazem hoje parte da nossa História.

Partilhamos então convosco uma selecção de alojamentos rurais na Rota dos Castelos de Fronteira de Portugal.


Casa Grande de Juncais – Juncais, Guarda
A Casa Grande de Juncais recebe até 22 pessoas, em vários quartos (com casa de banho) ou apartamentos (com salamandra a lenha, kitchenette e TV). É um solar de granito (séc. XVI) equipado com piscina, ar condicionado, WiFi, sala de jogos, etc. Actividades na zona incluem BTT, escalada, trekking, canoagem, asa-delta, entre outras.


Solar dos Cerveiras – Mesquitela, Guarda
O Solar dos Cerveiras é uma casa antiga em Mesquitela (Guarda) que recebe até 18 pessoas. Embora remodelada com o passar dos anos, ainda são visíveis elementos do séc. XVI. Fica próxima de Linhares da Beira, povoação de tempos medievais, onde poderá visitar um dos castelos desta rota.


Casa do Côro
 – Marialva, Guarda
A Casa do Côro é uma de um conjunto de casas de arquitectura beirã em Marialva (Guarda). Foram primorosamente reconstruídas e são uma boa escolha para escapar à agitação da cidade. A oferta inclui quartos e casas autónomas (adequadas para famílias/grupos) com kitchenette e sala de estar com lareira. Tem uma piscina, jardim, acesso à internet e várias actividades como BTT, percursos gastronómicos, pesca e passeios de barco.


Casa da Cisterna – Castelo Rodrigo, Guarda
Este alojamento (até 14 pessoas) fica em Castelo Rodrigo, onde poderá visitar um dos castelos, num cenário de aldeia típica portuguesa com ruelas empedradas e casas antigas. Grandes aves de rapina sobrevoam a zona onde, no vale abaixo, poderá ver os burros de raça mirandesa. A casa está dotada de biblioteca, ligação à Internet e de um jardim com espreguiçadeiras. Entre as várias actividades à sua disposição encontram-se as praias fluviais, passeios de barco, apanha de azeitonas, entre outras.


Quinta das Pias – Pinhel, Guarda
A Quinta das Pias fica em Pinhel (bem próxima de alguns castelos) e é uma quinta de agricultura biológica familiar remodelada em 2012 que recebe até 10 visitantes. Aproveite a piscina, o campo poli-desportivo (ténis, futebol, etc.) ou simplesmente para passear entre aproximadamente 200 oliveiras centenárias, amendoeiras, uma horta variada e vários tipos de animais de quinta.

Para lhe facilitar o planeamento do percurso, deixamos também em seguida um mapa com 18 castelos para visitar:


Ver Castelos de Fronteira num mapa maior

Os castelos que constam desta rota são: Alfaiates, Almeida, Belmonte, Castelo Bom, Castelo Mendo, Castelo Novo, Castelo Rodrigo, Guarda, Linhares da Beira, Idanha-a-Velha, Monsanto, Penamacor, Penha Garcia, Pinhel, Sabugal, Sortelha, Trancoso e Vilar Maior.

Óbidos espera por si

Para esta semana sugerimos uma visita à acolhedora vila de Óbidos. E, claro, na Toprural seleccionamos sempre algumas casas rurais para passar uns dias em perfeito descanso.

Óbidos | Foto de WaugsbergO que mais se destaca ao olhar para esta simpática vila é o seu encanto medieval, que deslumbra muitos casais de namorados, graças ao seu castelo e extensas muralhas. Passear por entre ruas e vielas desta vila é sempre agradável, especialmente se for na companhia certa.

Mas, se não quiser ficar na vila, pode sempre ir explorar a zona envolvente. Perto encontra a Lagoa de Óbidos. Com cerca de 7 km2, aqui pode encontrar extensos areais, como a praia do Bom Sucesso ou a praia de Covões, ideais para caminhadas. A Lagoa é também o local eleito para alguns desportos náuticos, como windsurf, canoagem, kiteboard ou ski náutico. Se quiser andar mais um pouco, pode também fazer uma visita à vila da Foz do Arelho, conhecido destino turístico de Verão, mas que tem também o seu encanto neste frio Inverno.

Para um pouco mais de agitação de cidade, encontra Caldas da Rainha, e a sua típica e provocativa loiça, a menos de 10 km da vila.

Por Óbidos pode também percorrer os oito quilómetros da recente ciclovia por entre vegetação natural e o rio Arnóia. No Posto de Turismo pode alugar o veículo de duas rodas ou, simplesmente, fazer o percurso a pé. Por falar em percursos pedestres, existem alguns aconselhados, e que pode encontrar aqui.

Uma das alturas mais apetecíveis para ir a Óbidos e aquando da realização do já famoso Festival Internacional de Chocolate. Todos os anos a vila é sinónimo da deliciosa iguaria. É o maior evento realizado no município (chega a acolher 200 mil pessoas) e este ano decorre entre 17 de Março e 3 de Abril. Se quer ir é melhor começar já a pensar nisso e a marcar a sua rural. Se esperar mais vai, de certo, ter dificuldades.Ficam aqui algumas sugestões:

Em alternativa, pode também procurar casas rurais no distrito de Leiria. Aqui tem alguns exemplos:

Boa viagem!

Descanse na fantástica Sintra

Localizada a cerca de 30 kms de Lisboa, a vila de Sintra foi desde sempre uma local de eleição para o contacto com a natureza e a história. Eleita por reis e rainhas, é também uma escolha acertada para uns dias de descanso para o mais comum dos mortais.

A vila, que é também sede de concelho, foi considerada Património Mundial pela UNESCO, e serviu, desde sempre, como local de fixação de povos. Mas, para não estar a alongar em devaneios, talvez seja melhor dar-lhe algumas ideias do que visitar.

Palácio Nacional de Sintra

Situado no centro da vila de Sintra, e por isso também conhecido como o Palácio da Vila, a sua construção teve início no séc. XV. Tendo sido utilizado pela Família Real Portuguesa como residência de Verão até ao final da monarquia, foi classificado como monumento nacional aquando da implementação da República em 1910. Apresenta traços de arquitectura medieval, gótica, manuelina, renascentista e romântica.

Castelo dos MourosTem 450 metros de perímetro e situa-se num dos cumes da Serra de Sintra, permitindo desfrutar de uma vista impressionante sobre a vila e até ao Oceano Atlântico.

Palácio Nacional da Pena

Situado num dos topos da Serra, é uma das grandes marcas da vila de Sintra. Por vezes apelidado de Castelo da Pena, é uma das melhores expressões do romantismo arquitectónico em Portugal. É até considerado o primeiro palácio romântico da Europa, três décadas antes do símbolo que é o Castelo de Neuschwanstein, na Alemanha. Se a vista impressiona, a construção e diversidade arquitectónica são merecedoras de uma visita atenta. Visita virtual.

Parque de Monserrate

Fica na freguesia de São Martinho e apresenta um palácio que era a residência de Verão de Francis Cook. Se o edifício foi projectado por James Knowles e construído em 1858, o desenho dos jardins foi idealizado pelo pintor paisagista William Stockdale, o botânico William Nevill, e James Burt, mestre jardineiro. Visita virtual.

Praias
O concelho de Sintra tem também muitas e agradáveis praias, como é o caso da Praia das Maçãs, da Adraga, Praia Grande ou Praia do Magoito. É também neste concelho que encontra o Cabo da Roca, a ponta mais ocidental do continente europeu.

E se admite que é um pouco guloso(a), fica a dica para provar as características queijadas e os travesseiros. Mas há ainda muito mais para descobrir. Veja por si e visite Sintra.

Casas rurais em Sintra

Salamanca – história viva e muito presunto

Se ainda não conhece, é altamente recomendável que vá visitar Salamanca: cidade universitária por excelência, repleta de monumentos como catedrais, palácios e igrejas esta histórica cidade tem também para lhe oferecer uma noite bastante diversificada e onde normalmente decorrem muita actividades como concertos e exposições.

No entanto fora do centro da cidade também não faltam atractivos para que explore o mundo rural salmantino, bem conhecido pela qualidade do seu presunto “pata negra”. Para tal aconselhamos que passe por exemplo na aldeia de Guijuelo, onde poderá também desfrutar das paisagens tão suaves desta zona.

Pode no Portal de Turismo de Salamanca, aceder a um grande número de rotas e organizar o seu passeio segundo as temáticas de maior interesse para si: turismo patrimonial, religioso, familiar, cultural ou de ócio.

Pode também aceder ao mapa da cidade neste site, mas além disso, se tiver um PDA pode disfrutar de de um guia virtual que o ajudará nas rotas a escolher e lhe disponibilizará por exemplo, a história dos momumentos . Para isso basta descarregar a aplicação disponibilizada. Bastante útil, não?

E claro também convém realçar que Salamanca é na região de Castela e Leão bem pertinho da fronteira com Portugal. Se pretender ficar mais junto à cidade recomendamos os seguintes alojamentos:

Galicán Casa Rural

La Plazuela

El Molino de Aldearrubia

Casa Rural El Charail

No caso de preferir viver e sentir a ruralidade destas terras pode escolher aqui o seu alojamento rural na província de Salamanca.

Miguel Almeida