Tag Archives: roteiro

Castelos de Portugal: turismo rural numa rota histórica

Depois das elevadas temperaturas do Verão, o Outono em Portugal é uma boa altura para passear e conhecer melhor o país. Assim, desta vez optámos pelo tema dos castelos portugueses, embrenhando-nos um pouco na História de Portugal.

Alguns destes castelos ficam situados no meio de povoações repletas de hábitos e costumes antigos. Outros estão mais isolados, com vistas para planícies ou vales onde outrora tiveram lugar batalhas ou feitos que fazem hoje parte da nossa História.

Partilhamos então convosco uma selecção de alojamentos rurais na Rota dos Castelos de Fronteira de Portugal.


Casa Grande de Juncais – Juncais, Guarda
A Casa Grande de Juncais recebe até 22 pessoas, em vários quartos (com casa de banho) ou apartamentos (com salamandra a lenha, kitchenette e TV). É um solar de granito (séc. XVI) equipado com piscina, ar condicionado, WiFi, sala de jogos, etc. Actividades na zona incluem BTT, escalada, trekking, canoagem, asa-delta, entre outras.


Solar dos Cerveiras – Mesquitela, Guarda
O Solar dos Cerveiras é uma casa antiga em Mesquitela (Guarda) que recebe até 18 pessoas. Embora remodelada com o passar dos anos, ainda são visíveis elementos do séc. XVI. Fica próxima de Linhares da Beira, povoação de tempos medievais, onde poderá visitar um dos castelos desta rota.


Casa do Côro
 – Marialva, Guarda
A Casa do Côro é uma de um conjunto de casas de arquitectura beirã em Marialva (Guarda). Foram primorosamente reconstruídas e são uma boa escolha para escapar à agitação da cidade. A oferta inclui quartos e casas autónomas (adequadas para famílias/grupos) com kitchenette e sala de estar com lareira. Tem uma piscina, jardim, acesso à internet e várias actividades como BTT, percursos gastronómicos, pesca e passeios de barco.


Casa da Cisterna – Castelo Rodrigo, Guarda
Este alojamento (até 14 pessoas) fica em Castelo Rodrigo, onde poderá visitar um dos castelos, num cenário de aldeia típica portuguesa com ruelas empedradas e casas antigas. Grandes aves de rapina sobrevoam a zona onde, no vale abaixo, poderá ver os burros de raça mirandesa. A casa está dotada de biblioteca, ligação à Internet e de um jardim com espreguiçadeiras. Entre as várias actividades à sua disposição encontram-se as praias fluviais, passeios de barco, apanha de azeitonas, entre outras.


Quinta das Pias – Pinhel, Guarda
A Quinta das Pias fica em Pinhel (bem próxima de alguns castelos) e é uma quinta de agricultura biológica familiar remodelada em 2012 que recebe até 10 visitantes. Aproveite a piscina, o campo poli-desportivo (ténis, futebol, etc.) ou simplesmente para passear entre aproximadamente 200 oliveiras centenárias, amendoeiras, uma horta variada e vários tipos de animais de quinta.

Para lhe facilitar o planeamento do percurso, deixamos também em seguida um mapa com 18 castelos para visitar:


Ver Castelos de Fronteira num mapa maior

Os castelos que constam desta rota são: Alfaiates, Almeida, Belmonte, Castelo Bom, Castelo Mendo, Castelo Novo, Castelo Rodrigo, Guarda, Linhares da Beira, Idanha-a-Velha, Monsanto, Penamacor, Penha Garcia, Pinhel, Sabugal, Sortelha, Trancoso e Vilar Maior.

5 rios para conhecer neste verão

Com o verão cada dia mais perto, a vontade de mergulharmos nas águas de Portugal são iminentes. As praias estarão como sempre lotadas, enquanto as alternativas, rios e os lagos, são sempre uma opção agradável para uma viagem familiar com churrasco à beira.

Rio_Douro_Rios_Portugal_Casas_Rurais

Cada um dos rios dos que cá falamos tem uma extensão importante e passam por varios lugares onde é possível alugar uma casa rural, para desfrutar do melhor da natureza e convivir com as espécies em cada um dos seus hábitats. Se vão de férias perto de algum destes rios, lembrem-se de deixar tudo limpinho, como se não tivessem estado aí 😉

Como guia, preparamos uma seleção com casas rurais perto dos principais rios portugueses. Estes rios são 5 e se contam entre os mais importantes das zonas norte, centro e sul de Portugal Continental.

Rio Minho
O Rio Minho está localizado no norte do País, e mesmo que grande parte da sua extensão esteja na Galiza, este pormenor não lhe tira o protagonismo em terras lusas. O seu tramo final percorre Portugal antes de desembocar no Oceano Atlântico. Tem uma extensão total de 310 kms. O rio oferece belas paisagens e contém 45 espécies de peixes, “das quais, 13 têm estatuto de conservação”, segundo o blogue bioterra.
Se quiser conhecer este rio poderá ficar num destes sítios: Vila Nova de CerveiraCaminha, Valença e Melgaço.

Rio Douro
O Douro é um dos mais importantes rios portugueses no norte do país. Conhecido por ser uma zona quase exclusivamente vinícola, tem 927 kms de extensão e corre pela cidade do Porto. No entanto, percorre várias cidades e povoacões do norte.
Se quiser conhecer de perto este show da natureza, poderá ver algum dos alojamentos rurais em Bragança, Guarda, Vila Real, Porto e Aveiro.

Rio Vouga
Um dos rios a nascer em Portugal, na Serra da Lapa. Tem um comprimento de 148 kms. As povoações banhadas pelo rio têm, no geral, um nome com ligação com o rio, por exemplo: Sever do Vouga ou Sernada do Vouga.
Quando vier conhecer o Rio Vouga poderá ficar numa casa rural num destes lugares: Pessegueiro do Vouga, Sernada do Vouga, Sever do Vouga ou Macinhata do Vouga. Para mais resultados pode ainda ver mais casas rurais perto do Rio Vouga.

Rio Tejo
O rio Tejo, é o mais comprido da Península e atravessa a zona centro de Portugal. A dividir o país, o Rio Tejo tem uma extensão de 1.088 kms, dos quais 145 kms percorrem o Alto Alentejo, Ribatejo e Estremadura. É o maior estuário da Europa.
Alguns dos lugares por onde passa este rio são: Portalegre, Santarém e Lisboa

Rio Guadiana
O rio Guadiana cria uma fronteira natural entre Espanha e Portugal. Dos seus 742 kilómetros, 140 estão em território português. A sua importância radica em ser um dos mais grandes reservatórios de Portugal (e da Europa Ocidental). Ao longo da sua história o rio tem sido testemunha de povoações que datam do Paleolítico. Atualmente é habitat de diferentes espécies de aves.

Caso queiram conhecer este majestoso rio, recomendamos que fiquem numa casa rural perto dos seguintes lugares: Alqueva,  Reguengos de Monsaraz, Moura, na Foz de Odeleite e na Vila Real de Santo Antonio.

E tu, vais esperar mais tempo para reservares a tua casa rural perto de algum dos mais importantes rios de Portugal?

Roteiro de Primavera em Aveiro

O distrito de Aveiro é, não só um grande pólo turístico nacional, mas um lugar com muita história, fauna e flora. A Ria de Aveiro, por exemplo, não só tem uma canção dedicada por Caetano Veloso (“Menina da Ria”), mas é um ecossistema natural cuja geografia dá-lhe as características necessárias para ser, de fato, um bom lugar para se visitar nesta primavera enquanto se descansa num alojamento rural em Aveiro.

Foto CC de Rosino

Já tínhamos feito um roteiro de Aveiro em 2008, mas hoje
acrescentamos mais algumas coisas. Embora existam muitos lugares para
visitar na área, iremos comentar os que consideramos mais
interessantes. Pelo menos, aqueles onde a natureza possui um fator determinante:

  • A Pateira de Fermentelos, que é a maior lagoa natural da Península Ibérica, é navegável e está ligada aos outros rios da área, como o Vouga, Águeda ou Cértima. Alguma da vida marinha visível na zona são a Enguia e a Carpa. Lugar ideal para ir à pesca e desfrutar da ótima paisagem da geografia aveirense.
  • Pela sua parte, os canais da cidade de Aveiro, não só dão uma característica única à cidade de Aveiro, a “veneza portuguesa”, mas antigamente jogavam um fator importantíssimo na economia do distrito, pois os canais permitiam armazenar nos seus cais o sal da safra, e permitiam o transporte dos peixes aos mercados.
  • Noutros lugares, como no Cais da Béstida, a paisagem é rica em biodiversidade: para os mais afortunados até será possível ver Lontras e Ginetas. E não é só o avistamento de animais é o motivo justificante de uma visita, mas um passeio num barco moliceiro nesta área é ideal para conhecer a ria de Aveiro de muito perto.
  • Um pouco mais além do Cais da Béstida, a vila da Torreira e a sua extensa praia são um bonito lugar para se passar a tarde a caminhar pelas altas dunas que protegem a praia. De fato, Torreira, Costa Nova e a Barra são tres boas opções para irem à praia perto de Aveiro.
  • Alem das praias,  para quando os dias da primavera começam a ficar quentes,  há muitas praias fluviais para afastar o calor, algumas das mais recomendadas são a “Quinta do Barco” pelo Vouga e a praia Fluvial de Burgães.

Se acham interessante algum (ou todos!) estes lugares, aqui fica o convite para procurarem alojamento rural em Aveiro. Existe alguma variedade e os preços ainda são os de temporada baixa-média, pelo que a recomendação é sair a desfrutar das maravilhas deste Distrito.