A Quinta Paraiso

A Quinta Paraiso abriu ao público em Junho de 2004. Eu e o meu marido, Tony Cardona, somos ambos ilhéus, ele de Maiorca (Espanha) e eu de Porto Santo (na Madeira). Embora ele seja Espanhol e eu Portuguesa, apaixonámo-nos e decidimos viver juntos quando ambos trabalhávamos num hotel. Devido a preconceitos a nível hierárquico dentro da empresa, não nos foi permitido continuarmos juntos: ou nos separávamos ou teriamos que sair, pelo menos um. De comum acordo saimos e aventurámo-nos no mesmo ramo por nossa conta, mais tarde decidimos mudar-nos para o Continente. Um ano de férias por Portalegre encontrámos o que pretendiamos para que pudessemos continuar a trabalhar no nosso ramo.

Quinta Paraiso (Alagoa, Portalegre)

Assim, adquirimos este monte há 17 anos completamente em ruinas por os antigos proprietários já serem idosos e o terem “abandonado” para irem viver para junto dos filhos. Restauramos primeiro a casa de habitação e só há 6 anos é que abrimos a hospedagem após termos restaurado os anexos que serviam de apoia à agricultura, transformando-os em quartos.

Como é uma empresa pequena é gerida por nós, e normalmente não se dividem tarefas uma vez que qualquer um de nós sabe fazer de tudo, dentro do ramo.

É sempre com muito prazer e alegria que recebemos os nossos visitantes, que modéstia á parte, entram como hóspedes mas tentamos sempre que saiam como amigos, o que nos dá uma grande sensação de missão cumprida. Partilhar ideias, pontos de vista e fazer amizades com pessoas de outros Países para nós é o melhor que tem a nossa prAntónio e Dorindaofissão.

Quanto ao que menos gostamos… por vezes, muito raramente, aparece aquele cliente que embora sabendo que vem para uma casa simples, que já viu as fotos na net e sabe o valor que vai pagar, espera ser tratado com mordomias exarcebadas. Entristece-nos! É uma casa familiar, tratamos todos com o máximo respeito, damos o melhor de nós mas… há pessoas para quem isso não é suficiente!

O futuro neste momento é incerto devido á crise que estamos a atravessar, porém, se as coisas se normalizarem ampliar as instalações nos próximos anos faz parte dos nossos projectos.

Dorinda Mendonça
Quinta Paraiso, Alagoa (Portalegre)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *