Chega o S. Martinho: 3 destinos com castanhas e vinho!

Outubro e Novembro marcam a época da castanha em Portugal. O Magusto e o Verão de S. Martinho aproximam-se (11 de Novembro) e os vendedores de castanhas já saem à rua.

A castanha é um alimento secular, altamente nutritivo e de grande valor energético, tendo sido um elemento constante na dieta dos portugueses, sobretudo nas populações rurais (enquanto substituto directo da batata, por exemplo). Hoje em dia é ainda utilizada como um ingrediente, acompanhamento de vários pratos, como um final da refeição ou pura e simplesmente como uma comida de rua para celebrar a época.

No Magusto prova-se também o vinho novo (da colheita do Verão anterior), sendo a jeropiga e a água-pé as bebidas que tradicionalmente acompanham as castanhas (embora hoje em dia sejam proibidas devido ao facto de serem produção caseira, ainda conseguimos encontrá-las com facilidade).

Assim, eis a nossa seleção de alguns destinos populares onde celebrar o S. Martinho.

1. Marvão (Portalegre, Alentejo)
A Festa do Castanheiro já vai na sua 29ª edição, gozando de enorme popularidade. Cerca de 25.000 pessoas costumam encher a vila medieval para comer castanhas, provar o vinho e a ouvir música. É para passar um fim de semana em festa!

2. Penafiel (Porto, Norte)
A Festa de S. Martinho de Penafiel realiza-se entre 10 e 20 de Novembro. Na feira também há um destaque de peso para a agro-pecuária, nomeadamente gado bovino. Dos “petiscos do costume” obrigatórios nestas datas destacam-se as febras/fêveras e rojões de porco, com arroz de forno e vinho verde da região.

3. Portimão (Faro, Algarve)
O S. Martinho é o evento mais antigo celebrado em Portimão. Em 2012 tem lugar a 350ª edição desta festa, remontando a 1662. Tem lugar no Parque de Feiras e Exposições. Para mais detalhes, veja no portal da Câmara Municipal de Portimão.

4. Bónus! Aldeia Viçosa (Guarda, Centro)
Esta celebração do S. Martinho é para quem queira celebrar novamente, ou se atrase, pois só ocorre a 26 de Dezembro. Nesta freguesia realiza-se, desde 1698, o “Magusto da Velha”. Conta a história desta tradição do séc. XVII que uma senhora (já de idade e abastada) deixou à freguesia uma herança; supostamente de 24 escudos e 60 centavos, desde que rezassem por ela anualmente. Assim, assam-se castanhas que são lançadas à população do alto da Torre Sineira da Igreja Matriz.

Estas são as nossas sugestões, seguramente haverão muitas outras celebrações tradicionais do S. Martinho por Portugal fora… onde e como vai celebrar o seu?

3 thoughts on “Chega o S. Martinho: 3 destinos com castanhas e vinho!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *