Tag Archives: primavera

5 casas rurais com terraço, para receber a Primavera

Mais dois dias e chegamos oficialmente à Primavera de 2013. No momento em que redigimos este artigo já o sol nos brinda com o seu calor. O nosso próprio humor se altera, nem que seja pelo simples facto de sorrimos um pouco mais. O clima começa agora a ser mais apelativo a sair de casa para tomar um café, ou mesmo para ir trabalhar… já não custa tanto!

Foi assim que optámos desta vez por observar alguns alojamentos rurais com terraço onde se poderá finalmente receber a Primavera.


Casa das Olas – Ermelo, Viana do Castelo
Um conjunto de quatro casas, onde cada tem uma varanda grande com vista para a albufeira da barragem de Touvedo (Rio Mira) e para o maciço montanhoso do Gerês. Poderá passear de BTT, a cavalo ou a pé, havendo também percursos gastronómicos e enoturismo. Vale igualmente a pena uma visita à aldeia de Ermelo.


Quinta do Mar da Luz – Luz, Faro
Este alojamento recebe até 40 pessoas: é uma quinta composta por suites, quartos e casas independentes, todos com ar condicionado, cofre, e um pequeno terraço no exterior. Coisas para fazer não faltam: aproveite para uma visita a Sagres, exercitar-se no ginásio, praticar um ténis e/ou relaxar no banho turco. Bicicletas e viaturas estão também disponíveis para aluguer, tal como várias excursões.


Casa da PadeiraAlcobaça, Leiria
Em Alcobaça, a cerca de 100 km de Lisboa, a Casa da Padeira é constituída por várias casas e quartos devidamente equipados. Entre as actividades, e além dos passeios pedestres pela zona, terá à sua disposição ténis e golfe. É também uma boa oportunidade para uma visita primaveril à vila histórica de Aljubarrota.


Casa do NorteVila do Porto, Santa Maria (Açores)
Uma moradia típica nos Açores (para um máximo de 4 pessoas graças a um sofá cama na sala) recuperada e adaptada ao turismo rural, mantendo ainda o traço arquitectónico tradicional da ilha de Santa Maria. Além do quarto de dormir, a casa possui cozinha, sala e uma ampla casa de banho. Poderá ainda usufruir do forno a lenha restaurado com uma chaminé em estilo algarvio (devido aos primeiros povoadores da ilha).


Quinta do Sardanito de Trás – Zambujeira do Mar, Beja
São várias casas típicas do Alentejo e localizadas numa paisagem que mistura o campo com a praia. Pelas manhãs há um “mimo”: é deixado, nas portas do alojamento, um talego que contém pão quente alentejano, doces e manteiga. As casas têm também lareira e aquecimento central. Aproveite para passear (a pé ou de bicicleta) pelas praias, dunas protegidas ou ao longo do Rio Mira.

Façamos então um esforço para esquecer a chuva e o frio! O tempo já convida a planear uns passeios (curtos ou longos) para fins de semana vindouros, ou para aquela(s) semana(s) em que tiramos umas férias.

Já tem planos para um passeio solarengo em 2013? Partilhe-os connosco nos comentários, estamos curiosos!

Roteiro de Primavera em Aveiro

O distrito de Aveiro é, não só um grande pólo turístico nacional, mas um lugar com muita história, fauna e flora. A Ria de Aveiro, por exemplo, não só tem uma canção dedicada por Caetano Veloso (“Menina da Ria”), mas é um ecossistema natural cuja geografia dá-lhe as características necessárias para ser, de fato, um bom lugar para se visitar nesta primavera enquanto se descansa num alojamento rural em Aveiro.

Foto CC de Rosino

Já tínhamos feito um roteiro de Aveiro em 2008, mas hoje
acrescentamos mais algumas coisas. Embora existam muitos lugares para
visitar na área, iremos comentar os que consideramos mais
interessantes. Pelo menos, aqueles onde a natureza possui um fator determinante:

  • A Pateira de Fermentelos, que é a maior lagoa natural da Península Ibérica, é navegável e está ligada aos outros rios da área, como o Vouga, Águeda ou Cértima. Alguma da vida marinha visível na zona são a Enguia e a Carpa. Lugar ideal para ir à pesca e desfrutar da ótima paisagem da geografia aveirense.
  • Pela sua parte, os canais da cidade de Aveiro, não só dão uma característica única à cidade de Aveiro, a “veneza portuguesa”, mas antigamente jogavam um fator importantíssimo na economia do distrito, pois os canais permitiam armazenar nos seus cais o sal da safra, e permitiam o transporte dos peixes aos mercados.
  • Noutros lugares, como no Cais da Béstida, a paisagem é rica em biodiversidade: para os mais afortunados até será possível ver Lontras e Ginetas. E não é só o avistamento de animais é o motivo justificante de uma visita, mas um passeio num barco moliceiro nesta área é ideal para conhecer a ria de Aveiro de muito perto.
  • Um pouco mais além do Cais da Béstida, a vila da Torreira e a sua extensa praia são um bonito lugar para se passar a tarde a caminhar pelas altas dunas que protegem a praia. De fato, Torreira, Costa Nova e a Barra são tres boas opções para irem à praia perto de Aveiro.
  • Alem das praias,  para quando os dias da primavera começam a ficar quentes,  há muitas praias fluviais para afastar o calor, algumas das mais recomendadas são a “Quinta do Barco” pelo Vouga e a praia Fluvial de Burgães.

Se acham interessante algum (ou todos!) estes lugares, aqui fica o convite para procurarem alojamento rural em Aveiro. Existe alguma variedade e os preços ainda são os de temporada baixa-média, pelo que a recomendação é sair a desfrutar das maravilhas deste Distrito.